• Sissi Semprini

A DIFERENÇA ENTRE ESTAR E SER


Você é um dileto filho da Luz. Uma energia Divina manifesta na forma física, capacitado de todas as ferramentas e recursos necessários para o seu experienciar da vida na forma humana. Na forma humana, vivendo de acordo com o fluir da moral, dos costumes e das direitos e deveres impostos pela sociedade criam-se idéias errôneas a respeito do que é verdadeiro no SER. Há uma ilusão generalizada entre os seres, e um sofrimento profundo pelas sensações de perdas, fracasso, e erros, associados as mais diversas incidências, por exemplo: O sentimento de perder o namorado para uma amiga, o sentimento de perder o emprego, o sentimento de vazio por não possuir determinadas coisas, dentre muitos. Você esta a esposa ou o esposo de alguém, você esta a funcionária ou o funcionário de alguém, você esta usufruindo um imóvel que chama de seu, você esta usufruindo de um carro que chama de seu, você esta usando uma jóia rara que ganhou de alguém. Nada disso você é.

Nós somos usuários do planeta Terra. Convencionamos chamar de nosso coisas que são de propriedade exclusiva do planeta. A falta da consciência de que somos apenas usuários dos recursos planetários, cria as divergências sociais astronômicas, cria os preconceitos, cria os tabus que infelicitam milhões de pessoas o tempo todo. A grande consciência planetária devera ocorrer nos próximos anos, isso é que é a grande mudança existencial que deverá chegar com a ascensão do planeta para a quinta dimensão, com a chegada das crianças cristal e todos os movimentos de energia que estamos experienciando. Aprenderemos a usufruir com respeito todos os recursos da vida terrena manifesta na forma humana. Já não haverá a vontade indomável de acumular bens e riquezas que embora possam ser amontoados as barras ou guardados nos bancos, não se acoplam a nossa energia essencial, e no momento do retorno, somente a parte Luz segue caminho.

  • Não haverá espaço para preconceitos porque seremos capazes de ver brilhar a Luz do outro, independentemente da cor de pele que sua forma humana apresente.

Não haverá espaço para as diferenças econômicas porque os valores existenciais serão outros e as fontes não serão passiveis de rótulos humanos de propriedade, porque ela jorra ininterruptamente, e dela quem se aproximar poderá se fartar e beber.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo