• Sissi Semprini

O CAMINHO DO NOVO


Existe uma diferença ampla e ao mesmo tempo de total sutileza entre, sentir, transformar, transmutar e assimilar.


O sentir esta diretamente relacionado a como você esta na vida neste momento. O que acontece com você e em você quando uma situação nova ou indesejada se apresenta e você precisa lidar com ela.


Nossa formação moral e aprendizado desde pequenos e as posturas que tomamos aprendidas através de nossos pais são determinantes neste momento. O que vale nesta hora é o que você aprendeu com eles, é o padrão da sua família, é o que vem sendo ensinado e aprendido geração após geração.


A forma com que você reage em especial l as experiências que denominamos negativas, tristes ou ruins, estão ancoradas no aprendizado e na sua conexão sistêmica. Se você tem na sua ancestralidade um perfil sucessivo de pessoas intransigentes, perfeccionistas, rígidas ao extremo, rancorosas, muito certamente sua reação esta sempre pautada, no rancor, na intransigência, na vontade de ir a forra, na postura justiceira.


Se por outro lado você tem na sua ancestralidade um perfil de pessoas serenas, muito espiritualizadas, tranqüilas e pacificas, por certo numa situação idêntica sua postura será de refletir, relevar, ponderar e por certo elaborar todos os esforços necessários para a pratica do perdão.


Se por outro lado você se conecta na sua ancestralidade tendo a mescla destes perfis, a sua situação fica ainda mais complicada, porque haverá na sua ânsia interna um conflito existencial maior, porque haverá uma oscilação de sentimentos e um conflito sempre presente de como agir e como fazer.


A transformação já é uma energia que se apresenta quando você esta num estagio vivencial onde pode perceber esses movimentos na energia do sentir, e pode ver claramente estas conexões, o aprendizado, o quanto você é parecido com os seus ancestrais e ao mesmo tempo o quanto você é um ser único e individualizado em si mesmo na sua manifestação EU SOU.


Ai, você pode transformar todas estas sensações originadas no sentir e agir, segundo a sua interpretação interna e achar a solução individualizada, a sua solução. Mesmo conectado com sua ancestralidade, você tem a percepção de que pode e deve ser naquele momento você mesmo (As Constelações Sistêmicas Fenomenológicas Familiares aceleram esse processo) A transmutação acontece no momento em que você assimilou essas informações, processou o aprendizado e praticando serenamente os princípios das grandes leis sistêmicas qual sejam A Lei do Equilíbrio, a Lei da Pertinência e a Lei da Hierarquia em relação a sua ancestralidade, você pode sentir o novo movimento, a liberação completa dos pesos existenciais carregados ao longo de gerações dos quais posse se libertar e transmuta a sua existência de um padrão de angustias e sofrimentos, para um padrão de fluir e vivenciar saboreando cada momento e cada movimento que a vida lhe traz num perfil de serenidade e leveza, se achando dentro do Universo.


A assimilação acontece quando todas estas informações se tornam parte de você, e você se abre para o novo, para a sua maneira de sentir e experienciar a vida, tudo que se faz necessário é a gratidão e o respeito a todos aqueles que percorreram antes esse caminho sem a possibilidade que se apresenta a todos nós neste momento da transformação planetária, a compreensão de que EU Sou UM com o TODO, essa é a Divindade plena. Essa é a consciência assimilada do SER filho da LUZ!

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo