• Sissi Semprini

O SENTIMENTO DE CULPA


Dentre todas as emoções humanas, nenhuma é tão nociva quanto o sentimento de culpa. Nociva pelos desacertos que provoca tanto física como emocionalmente, e pior ainda, completamente ineficaz, porque não traz em si nenhuma possibilidade. Desenvolver o sentimento de culpa em razão de qualquer causa que lhe ocorra, cria entraves ao fluir da vida. Se o que lhe causa a culpa é: - Preocupação excessiva com a opinião dos outros; Saiba que não importa o que você faça as pessoas não te vêem como você é, cada uma tem de você uma visão distinta e peculiar, algumas boas e outras ruins, da mesma maneira como elas não podem controlar como você as vê. - Sente-se mal quando recebe algo, pois na verdade não se considera digno de aceitar o que os outros dão; Você precisa entender que existem pessoas que sentem um profundo prazer e alegria verdadeira em serem gentis, se alguém lhe deu algo, recebe carinhosamente e veja de que maneira você pode retribuir a gentileza, a retribuição anula a possibilidade da culpa. - Raiva reprimida; Não reprima sua raiva, deixe-a sair de dentro de você, e para isso você não precisa agredir outra pessoa, mas achar a sua maneira de colocar para fora de seu corpo físico essa sensação. Pode ser tendo um saco de pancadas no quintal e esmurrando como se fora o seu algoz, pode ser cantando efusivamente musicas de protesto, e também pode ser através de um trabalho de respiração profunda e ritimada soltando através de sons e ais esse sentimento de raiva. E se ela for muito grande procure nas medicinas vibracionais a cura, como por exemplo na Terapia Floral. Dificuldade em assumir responsabilidade pelos próprios atos; A dificuldade em assumir a responsabilidade por seus atos vem da crença de que existe erro. O erro é uma ilusão. O que existem são resultados diferentes do almejado, se você excluir a idéia de erro de sua mente a culpa vai embora junto. O fracasso também é um resultado, só isso. Ai, você revê os movimentos e procura outra alternativa e continua, tenta de novo vai em frente, em algum momento você se realiza. - Não consegue falar 'não'; Falar não é ter consciência de suas reais possibilidades. Quem não consegue falar não assume uma postura de que esta na vida a serviço do outro para que ele o valorize, para que ele reconheça sua bondade, sua generosidade, seu valor, e isso não vai acontecer . Estamos na vida para trocar todo tipo de energia e informações, estamos na vida para conviver com as pessoas e não para servir e só servir.E não raro, o não que praticamos é o movimento de energia necessário para impelir o outro à ação. - Não consegue administrar o tempo, pois está sempre sobrecarregado; Estar sempre sobrecarregado é perder a graça e a leveza da gratuidade da vida, é perder o contato com o existir pura e simplesmente, é perder a sua identidade Divina para vivenciar exclusivamente a identidade humana, é perder a graça da criança brincalhona que há dentro de você. Para resolver o sentimento de culpa assuma a vida como ela é, seja você mesmo sem medo de se amar.Seja mais simples, valorize movimentos de vida que ocorrem a seu redor o tempo todo, admire o por do sol, brinque mais, sorria mais, leve a vida menos a sério, ela é passageira e você é muito mais do as impossibilidades e problemas terrenos. Assume os resultados de seus atos por mais dolorosos que possam ser e de o próximo passo, muitas vezes você vai perder algo ou alguém, com ou sem culpa isto vai acontecer, a culpa é apenas um acréscimo nas dores e pesares que temos que vivenciar, ela só aumenta o peso, não serve pra mais nada, adoece. Carregue menos peso, deixe a culpa, siga sem ela. Assume! Responsabilize-se!


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo